Espanhola acusada de colaborar com as Farc é detida perto de Madri

As autoridades espanholas, em cooperação com as colombianas, detiveram uma espanhola neste sábado em San Lorenzo de El Escorial, a noroeste de Madri, acusada de colaborar com a guerrilha das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc), informaram fontes da investigação.

AFP |

A suspeita, identificada como Rosario García Albert, se dedicava ao movimento e à captação de fundos para a guerrilha, segundo as mesmas fontes.

Ela foi detida após a análise dos dados encontrados num computador do número dois das Farc, Raúl Reyes, morto num ataque do exército colombiano contra um acampamento da guerrilha colombiana em território equatoriano em primeiro de março passado.

gr/lm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG