Espanha volta a ter caso de doping nos Jogos Olímpicos após 20 anos

Pequim, 11 ago (EFE).- O positivo pela substância eritropoetina (EPO) da ciclista Maribel Moreno foi o primeiro caso de doping da Espanha nos Jogos Olímpicos desde a edição de Seul, em 1988.

EFE |

Desde que o Comitê Olímpico Internacional (COI) introduziu os exames antidoping generalizados na edição de Munique, em 1972, quatro espanhóis deram positivo nos Jogos.

O primeiro caso foi de outro ciclista, Jaime Huélamo, exatamente em Munique.

Por causa do doping, Huélamo perdeu a medalha de bronze que conquistou nos Jogos.

Nos Jogos de Seul, em 1988, os espanhóis Fernando Mariaca (levantador de peso) e Jorge Quesada (pentatlo moderno) foram pegos no antidoping.

A ciclista espanhola ainda não tinha competido em Pequim, mas o COI considera que os Jogos Olímpicos começam no momento de abertura da Vila Olímpica. EFE nam/mh

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG