Mais de 30 imigrantes africanos foram resgatados na costa da Espanha, tentando chegar ao país. No entanto, outros 15 não resistiram e morreram de fome e sede durante a viagem.

A maior parte dos mortos eram crianças, cujos corpos foram jogados no mar.

A Guarda Costeira espanhola resgatou 33 pessoas de um barco que estava à deriva há dias, depois que o motor pifou.

Um porta-voz da Guarda Costeira disse que os imigrantes foram resgatados à noite a cerca de 40 quilômetros ao sul de Almeria, na costa sul do país. Eles ficaram cinco dias à deriva no Mar Mediterrâneo.

Este é o segundo incidente do tipo no sul da Espanha em uma semana. Na segunda-feira, 14 africanos desapareceram depois que o bote onde viajavam virou. Na ocasião, 23 pessoas foram resgatadas com vida.

A Espanha é um dos destinos mais visados por imigrantes africanos que tentam chegar à Europa pelo mar. Acredita-se que milhares de africanos morreram nos últimos anos tentando fazer a travessia.

A Espanha reforçou as patrulhas marítimas e lançou um pacote de repatriação de imigrantes.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.