Espanha renovará modelo produtivo com US$ 34 bi

Madri, 12 mai (EFE).- O presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou hoje que a Espanha fará uma renovação de seu modelo produtivo baseada em projetos de economia sustentável, que serão apoiados com um financiamento de 25 bilhões de euros (US$ 34 bilhões).

EFE |

Para isso, criará dois novos fundos: um fundo para a economia sustentável, com 20 bilhões de euros e outro de investimento local, que contará com um respaldo financeiro de 5 bilhões de euros.

O presidente do Governo espanhol anunciou que o Executivo enviará um projeto de lei para a economia sustentável ao Parlamento, com o pedido de tramitação urgente.

Zapatero fez esse anúncio durante seu discurso sobre o estado da nação no Congresso dos Deputados (câmara baixa do Parlamento espanhol), centrado na estratégia para frear a recessão econômica e a destruição de emprego que deixou 4 milhões de desempregados na Espanha.

O chefe de Governo reconheceu que seu Executivo "errou" em seus prognósticos econômicos e que foi surpreendido pela virulência da crise e pela magnitude da explosão da "bolha" do setor da construção, que, durante a última década, tinha sido o motor da economia espanhola.

Neste sentido, Zapatero destacou a necessidade de se afastar dessa dependência da construção e de estabelecer "um modelo de crescimento renovado", que crie postos de trabalho a partir de setores inovadores e ligados ao fomento das energias renováveis.

Em seu discurso, Zapatero também anunciou o conjunto de novas iniciativas que seu Governo iniciará para estimular o setor do automóvel e do turismo na Espanha.

No caso do setor automotivo, Zapatero antecipou que os compradores contarão com uma ajuda direta de 2 mil euros (US$ 2,72 mil) ao adquirir um automóvel novo.

Sobre o turismo, o chefe do Governo espanhol indicou que o plano de estímulo para esse setor terá verba adicional de 600 milhões de euros (US$ 816 milhões), que se somarão aos 400 milhões de euros (US$ 544 milhões) já alocados. EFE mlg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG