Espanha prende 8 brasileiros que simularam serem portugueses

Cornellà do Terri (Espanha), 11 fev (EFE).- A Guarda Civil espanhola deteve em Cornellà del Terri oito brasileiros com documentação portuguesa falsa com a qual conseguiam trabalhar legalmente na União Europeia (UE).

EFE |

Segundo as autoridades, casos como estes têm sido praticados há três anos na província de Gerona, entrada na Espanha de cidadãos do Brasil que entram no mercado utilizando documentos falsos portugueses.

Uma informação repassada à Guarda Civil apontava que em uma empresa de construção trabalhavam brasileiros com documentação portuguesa falsa.

Durante semanas, os policiais fizeram uma investigação discreta nas instalações.

Como resultado das investigações, em 28 de janeiro foi montado uma unidade policial nas imediações para identificar e prender os brasileiros que estavam utilizando documentação falsa. Oito pessoas foram presas com idades entre 28 e 48 anos.

Ao confirmarem as verdadeiras identidades, a Polícia identificou que um deles tinha um pedido de prisão por um juizado de Cádiz por um delito de fraude pela internet e outro era procurado pela Polícia por fraude à previdência social.

Os oito brasileiros são acusados de crime de falsificação de documentos e foram postos, junto com o material apreendido, à disposição da Justiça de Instrução de guarda de Gerona, que ordenou o ingresso de seis deles ao Centro de Internamento de Estrangeiros de Barcelona até a extradição do país. EFE cgi/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG