Dez pessoas foram detidas nesta terça-feira em uma operação contra estabelecimentos islâmicos nas cidades espanholas de Madri e Barcelona e nas ilhas Canárias, informaram fontes próximas ao caso.

A operação, dirigida pelo juiz Baltasar Garzon da Audiência Nacional, máxima instância penal espanhola, encarregada de casos de terrorismo, continuava aberta ao meio-dia, segundo as mesmas fontes.

Seis pessoas procedentes de regiões distintas da Espanha foram detidas em Barcelona (nordeste), onde faziam uma reunião.

str-vg/lm/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.