Espanha ouvirá ex-membros das Farc sobre suposta ligação com ETA

Policiais espanhóis irão à Colômbia interrogar ex-guerrilheiros como parte de investigação sobre vínculos entre os dois grupos

Reuters |

A Justiça espanhola determinou que policiais viajem à Colômbia para interrogar nove ex-integrantes das Farc, como parte da investigação sobre possíveis vínculos entre a guerrilha colombiana e o grupo separatista basco ETA, disseram fontes judiciais na quarta-feira.

A ordem foi dada em 21 de setembro pelo juiz Eloy Velasco, mas só agora foi divulgada. Os nove ex-guerrilheiros colombianos - que participam de um plano governamental de reintegração à vida civil, e no passado já identificaram vários militantes do ETA - deverão ver fotos atualizadas de militantes bascos para identificação.

Recentemente, dois supostos ativistas do ETA relataram à Justiça terem recebido treinamento militar na Venezuela. Velasco deve ouvir em 15 de novembro dois ex-promotores venezuelanos que teriam informações sobre tais atividades, como parte do processo movido pela Associação de Vítimas do Terrorismo e pela Plataforma Democrática de Venezuelanos na Espanha. O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, foi à TV do seu país dizer que a Venezuela jamais daria apoio a "delinquentes".

Em março, Velasco já havia acusado a Venezuela de cooperar com o ETA, episódio que foi superado com a divulgação de uma declaração conjunta em que os dois governos se comprometiam a colaborar no combate ao terrorismo.

O juiz Ismael Moreno escreveu nesta semana, ao ordenar a prisão preventiva dos supostos militantes Juan Carlos Besance e Xabier Atristain - acusados de posse de explosivos e armas e de ligação com grupo terrorista -, que eles receberam instrução militar na Venezuela, após cursos preparatórios na França.

O governo espanhol, no entanto, descartou a hipótese de que o governo venezuelano tenha patrocinado ou apoiado a formação de guerrilheiros do ETA em seu território.

    Leia tudo sobre: espanhaetavenezuelafarc

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG