Madri, 21 out (EFE).- O Governo espanhol disse hoje que sua postura sobre o Kosovo não dependerá do número de países que o reconhecerem como Estado independente, e que se manterá firme na rejeição à separação deste território da Sérvia, por respeito à legalidade internacional.

O secretário de Estado de Assuntos Exteriores espanhol, Ángel Losada, deu estas declarações diante da Comissão de Assuntos Exteriores do Senado da Espanha.

Losada deixou claro que a decisão da Espanha sobre a região sérvia de maioria albanesa "não tem relação com o número de Estados que possam reconhecer sua independência".

Ressaltou que a recusa em aceitar a independência da Sérvia, proclamada unilateralmente em 17 de fevereiro, está em consonância com a legalidade internacional e com as resoluções das Nações Unidas.

O secretário de Estado lembrou que 51 países reconheceram o Kosovo como país independente, de um total de 199 que estão na ONU.

"Estamos muito longe de estarmos sozinhos", acrescentou.

A Espanha é um dos cinco países da UE que não reconheceu a independência do Kosovo, que só pode ser proclamada pelo Conselho de Segurança das Nações Unidas, na opinião de Losada. EFE cpg/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.