Espanha lidera consumo de maconha e cocaína na Europa

Bruxelas, 6 nov (EFE).- A Espanha lidera o consumo de cannabis e cocaína na Europa e continua como das principais portas de entrada dessas drogas no continente, segundo um relatório divulgado hoje pela União Européia (UE).

EFE |

O relatório anual do Observatório Europeu da Droga e da Toxicodependência (OEDT) também alerta os membros da UE sobre o aumento do consumo de heroína, encorajado pelo crescimento da produção e do tráfico deste narcótico em nível mundial, graças ao aumento da produção de ópio no Afeganistão, que foi recorde em 2007.

O documento, que inclui dados de 2007 ou 2006 dos membros da UE, Turquia, Croácia e Noruega, constata entre 7 mil e 8 mil mortes anuais por overdose - aproximadamente uma a cada hora -, 80% delas atribuída ao consumo de heroína ou de outras drogas derivadas do ópio.

A Espanha continuou liderou o consumo de cocaína no último ano (3% das pessoas entre 15 e 64 anos, contra a média européia de 1,2 %) e no último mês (1,6%, contra uma média européia de 0,5%).

Em relação à maconha, a Espanha foi também o país com mais consumidores durante o último ano (11,2% das pessoas entre 15 e 64 anos, contra 6,8% na média européia) e durante o último mês (8,7%, contra uma média européia de 3,8%).

Os 30 países se encontram em uma fase "relativamente estável" em termos de consumo de drogas, inclusive com "mudanças promissoras" na atitude dos jovens, disse o diretor do OEDT, Wolfgang Götz, na entrevista coletiva em que apresentou o relatório.

No entanto, o uso de drogas "continua sendo elevado" em termos históricos, e o consumo de algumas delas, especialmente o de cocaína, só aumenta, acrescentou. EFE rcf/ab/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG