Espanha intensifica combate a incêndios florestais

Madri, 30 jul (EFE).- Os incêndios florestais continuam destruindo os campos de diversas regiões espanholas, chegando a ameaçar as zonas povoadas da divisa, o que forçou a evacuação de algumas localidades e ao reforço dos meios aéreos para extinguir o fogo.

EFE |

No centro do país, em Ávila, um total de 14 equipes aéreas, entre aviões e helicópteros, além das unidades de emergência, retomaram hoje o trabalho de extinção do incêndio que afeta o sul da província desde terça-feira passada e que destruiu cinco mil hectares, disse hoje o Governo regional.

Na quarta-feira o incêndio fez sua segunda vítima fatal, um técnico enviado para colaborar nos trabalhos de extinção, o que eleva a 11 o número de mortos pelos incêndios florestais deste verão (hemisfério norte), o maior desde 2005, quando 23 pessoas morreram por essas queimadas.

Outro incêndio nos montes de Jaulín, em Zaragoza, nordeste da Espanha, cujas origens ainda são desconhecidas, já destruiu 1.500 hectares de cultivo e os habitantes de duas localidades e três cidades próximas à zona em perigo foram desalojados preventivamente ao longo desta quarta.

O Departamento do Meio Ambiente espanhol dispôs hoje uma ampla operação para tentar estabilizar o incêndio nesta zona, com nove grupos terrestres, técnicos de extinção e engenheiros de apoio, seis helicópteros suas equipes, um helicóptero de saúde e outro de coordenação e reconhecimento.

Na zona de Anaga, em Tenerife, nas Ilhas Canárias, o incêndio florestal que começou na quarta-feira à noite já foi controlado. EFE nac/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG