Espanha impede 6 músicos argentinos de entrar no país

Barcelona, 2 abr (EFE).- A Polícia espanhola devolveu à Argentina a seis membros da banda Pibes chorros que tinham aterrissado em Madri para começar uma turnê pela Espanha.

EFE |

O governo disse que eles foram deportados por não reunir as condições necessárias para entrar no país, denunciou hoje a associação Parelha Argentina.

Em declarações à Agência Efe, Diego Arco, porta-voz da Casal Argentino, associação estabelecida na cidade espanhola de Barcelona, que patrocinava a viagem dos "Pibes chorros", os músicos chegaram ao aeroporto de Madri-Barajas na segunda-feira e, no controle de passaportes, a Polícia os impediu de passar e os obrigou a retornar a seu país.

Os membros da banda, um dos maiores expoentes da chamada "cumbia vilera", tinham sido contratados verbalmente por um empresário para fazer uma turnê em bares de Barcelona, Valencia e Madri.

Apesar de não ter um contrato por escrito, os músicos tinham a passagem de volta, assim como as reservas dos hotéis em que iam ficar, e levavam consigo mais dinheiro que o exigido pelas autoridades espanholas para entrar no país como turista.

Em comunicado, Diego Arco denunciou o "racismo" do Estado espanhol e reivindicou às autoridades argentinas que "exerçam suas obrigações e ajudem seus compatriotas a realizar a viagem que tinham organizado e tiveram que adiar". EFE.

rg/pb

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG