Espanha: governo lança plano de austeridade para reduzir déficit

O presidente espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, anunciou nesta quarta-feira a adoção, a partir de janeiro, de um plano de austeridade muito exigente para reduzir o déficit público, que aumentou consideravelmente devido à recessão e às medidas tomadas para enfrentá-la.

AFP |

Zapatero também indicou que 2010 será o ano da "recuperação" da economia espanhola. A Espanha foi um dos países da União Europeia (UE) que mais sofreu com a crise econômica, e espera que no final de 2010 o mercado de trabalho volte a criar empregos.

A partir de 29 de janeiro, o governo adotará "um plano de austeridade para a administração geral do Estado que será muito exigente", indicou.

"As contas públicas passaram de um superávit para um importante déficit e nos vamos corrigir isto", destacou.

O déficit orçamentário espanhol alcançou os 71,524 bilhões de euros nos 11 primeiros meses do ano - o que equivale a 6,79% do Produto Interno Bruto (PIB).

No começo de dezembro, a agência de classificação financeira Standard & Poor's reduziu a perspectiva da economia espanhola de "estável" para "negativa" devido ao déficit público.

Zapatero também disse que "o desemprego é a grande preocupação do governo, e sua grande responsabilidade".

pal/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG