Espanha expressa apoio a países acusados de instigar protestos no Irã

Madri, 21 jun (EFE).- O Ministério de Assuntos Exteriores espanhol enviou hoje uma mensagem de plena solidariedade aos países europeus acusados de forma totalmente injustificada de instigar os distúrbios registrados no Irã após as eleições presidenciais.

EFE |

O órgão, dirigido por Miguel Ángel Moratinos, reagiu assim depois que o ministro de Assuntos Exteriores iraniano, Manouchehr Mottaki, acusou Alemanha, França e Reino Unido de tentar intervir nos assuntos internos do país em decorrência do resultado das eleições presidenciais.

Fontes diplomáticas informaram à Agência Efe que este tipo de declarações não tem "fundamento algum e não contribui à solução da crise política no Irã".

"Apelamos ao senso de responsabilidade das autoridades iranianas, para que atendam com total transparência às legítimas reivindicações dos candidatos", acrescentaram.

O ministério pediu que "qualquer manifestação de protesto transcorra por leitos pacíficos e que não se recorra à violência para sufocar tais manifestações". EFE ad/db

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG