Espanha estuda agilizar concessão de vistos na América Latina

MADRI - O governo espanhol está estudando a possibilidade de criar um guichê específico para agilizar a concessão de vistos em seus consulados na América Latina para certos casos, como os de artistas, empresários e acadêmicos.

EFE |

"Estamos tentando buscar vias de concessão de visto que permitam que essas pessoas vão a um guichê mais ágil que leve em conta sua necessidade", disse hoje a secretária de Estado espanhola para a região ibero-americana, Trinidad Jiménez em um encontro com a imprensa.

Como exemplo, citou professores, artistas e acadêmicos que querem viajar à Espanha para participar de um evento concreto e que não podem esperar meses para conseguirem o visto.

"Estamos conscientes" que houve situações desse tipo e que há casos em que a solicitação do visto demora "sete ou oito meses", tornando "impraticáveis" os casos anteriormente citados, admitiu a secretária espanhola.

O serviço consular da Espanha na América Latina foi ampliado nos últimos dois anos com sete novos consulados gerais, porém, levando em conta o fluxo migratório, "ainda é insuficiente", acrescentou Jiménez, que insistiu que está trabalhando para ampliá-lo.

O objetivo é evitar os atrasos que, em certas ocasiões, fazem certas solicitações de visto perderem o sentido, e alguns desses casos chegam diretamente à Jiménez.

Segundo a secretária, isso foi o que levou o governo espanhol a refletir sobre "outras possibilidades para agilizar um pouco a situação".

Leia mais sobre imigração

    Leia tudo sobre: imigração

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG