Espanha eleva nível de alerta terrorista por medo de ataques

MADRI (Reuters) - O ministro do Interior da Espanha, Alfredo Pérez Rubalcaba, afirmou que o país elevou o nível do alerta antiterror antes que o governo de Madri assuma em 1o de janeiro a presidência da União Europeia. A decisão, anunciada na noite de terça-feira, acontece dias após o ministro ter dito que o grupo separatista basco ETA poderia utilizar o período de seis meses de presidência da Espanha no bloco para cometer algum ataque violento ou o sequestro de alguma autoridade.

Reuters |

"Existe um risco provável de um ataque devido à importância especial do período de férias de Natal e à próxima presidência da Espanha na UE, após uma avaliação dos riscos de ameaça terrorista no país feita pelas Forças Armadas", explicou Pérez Rubalcaba em comunicado.

O ministro disse no começo na semana que um atentado do ETA poderia incluir um sequestro para obter publicidade internacional em seu objetivo de criar um Estado basco independente, localizado entre o norte da Espanha e o sul da França.

O ministro também lembrou a "persistência da ameaça terrorista internacional", após a tentativa fracassado de um nigeriano de explodir no céu um avião que seguia da Holanda para os Estados Unidos no dia do Natal.

"(Os atos recentes) aconselham reforçar a segurança em todo o território nacional, com a adoção de medidas de prevenção de controle para evitar todo tipo de atos que possam perturbar o desenvolvimento normal e pacífico dos acontecimentos."

(Reportagem de Judy MacInnes)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG