Espanha eleva casos confirmados de nova gripe para 81

MADRI (Reuters) - O Ministério da Saúde da Espanha elevou nesta quarta-feira a 81 o número de pessoas infectadas pela nova cepa do vírus de gripe H1N1, ante as 73 que estavam confirmadas na terça-feira. O número de casos aumentou em Andalucía (mais quatro, chegando a 23), em Catalunha (23, ante os 21 de terça-feira) e a Comunidade Valenciana (21, dois a mais que o dia anterior).

Reuters |

O ministério disse manter o mesmo diagnóstico em todos os casos, que apresentaram um quadro clínico leve e têm respondido de forma positiva ao tratamento. Outras 49 pessoas estão em observação por possível contágio.

"Na Espanha, a situação está muito controlada, e é uma situação muito estável neste momento", disse nesta quarta-feira a jornalistas a ministra de Saúde, Trinidad Jiménez.

Entre os 127 casos que estavam sob suspeita e foram descartados destaca-se um homem que permanecia sob supervisão em Ceuta.

A Organização Mundial da Saúde (OMS) confirma oficialmente 1.516 casos em 22 países do mundo, em balanço baseado em suas próprias análises.

O órgão confirmou novas infecções no México, Reino Unido, Suécia, Itália e Alemanha. Se a agência da ONU detectar uma expansão sólida na Europa, como ocorrida na América do Norte, poderá alterar o nível de alerta pandêmico para a 6, o máximo da escala.

(Reportagem de Cristina Fuentes-Cantillana)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG