Espanha e UE confiam em Lobo e rejeitam isolar Honduras

Tegucigalpa, 17 fev (EFE).- Espanha e a União Europeia (UE) darão um voto de confiança ao novo presidente de Honduras, Porfirio Lobo, disse o embaixador espanhol em Tegucigalpa, Ignacio Rupérez.

EFE |

"O que não se pode fazer - e o que meu país e a UE discordam - é com a atitude de isolar Honduras. Não se deve condenar nem castigar", manifestou Repérez em entrevista à Agência Efe.

Pelo contrário, ressaltou que "a UE (cuja Presidência semestral é ocupada pela Espanha) tem uma vontade de contribuir em tudo o que for possível para o fortalecimento institucional e democrático do país, e confia no presidente Lobo", quem tomou posse em 27 de janeiro.

Lobo assumiu a Presidência em um ato com uma pequena representação internacional, após vencer as eleições que não foram reconhecidas pela maior parte da comunidade internacional, entre estes a Espanha.

A rejeição ocorreu por considerar que o pleito havia ocorrido em meio a uma ruptura constitucional, após o golpe contra Manuel Zelaya. EFE lam/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG