Espanha e Reino Unido se unem para libertar jornalistas seqüestrados

Bruxelas, 27 nov (EFE).- O ministro do Interior espanhol, Alfredo Pérez Rubalcaba, informou hoje que Espanha e Reino Unido constituíram uma célula de crise para trabalhar na libertação do fotógrafo espanhol José Cendón e do jornalista britânico Colin Freeman, que estão seqüestrados na Somália.

EFE |

Ao chegar ao conselho de ministros de Interior e Justiça da União Européia (UE), Rubalcaba afirmou aos jornalistas que os embaixadores dos dois países no Quênia se ocupam do assunto.

Os seqüestrados trabalhavam juntos nesta oportunidade para o jornal britânico "Daily Telegraph", em uma reportagem sobre a pirataria na Somália, quando foram capturados ontem.

Freeman e Cendón foram seqüestrados após sete dias de estada em Bossaso, quando pretendiam deixar a região. EFE mvs/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG