Espanha e França propõem conferência internacional sobre Somália

Madri, 28 abr (EFE).- A Espanha e a França decidiram propor a realização de uma conferência internacional sobre a situação na Somália, anunciou hoje o presidente do Governo espanhol, José Luis Rodríguez Zapatero, após uma reunião com o chefe de Estado francês, Nicolas Sarkozy.

EFE |

Zapatero disse que essa conferência abordará "a situação na Somália" e uma resposta não só de segurança militar em relação aos ataques de pirataria sofridos pelos navios que navegam por suas costas, "mas mais ampla, integral, política, de segurança, civil, para o futuro desse país".

O objetivo é dar uma resposta à situação desse país "que preserve nossa segurança", disse.

O acordo para propor a convocação da conferência internacional foi anunciado por Zapatero durante a entrevista coletiva oferecida com Sarkozy no Palácio de La Moncloa, em Madri, onde os dois se reuniram e onde participam da 21ª Cúpula Hispano-francesa.

O chefe do Executivo espanhol não deu mais detalhes nem avançou quando será formalizada a proposta, que se enquadrou dentro da estreita colaboração entre os dois países, e ao detalhar as prioridades que a Espanha definiu para a próxima Presidência rotativa da União Europeia, que exercerá no primeiro semestre de 2010.

Zapatero citou os três grandes desafios internacionais pela frente: a luta contra a pobreza e a miséria, a luta contra a mudança climática e a tarefa de promover "mais entendimento, mais diálogo e buscar soluções políticas às graves crises, às zonas de conflito".

Dentro deste último "desafio", anunciou a conferência internacional sobre a Somália.

Sarkozy conclui hoje uma visita de Estado de dois dias à Espanha.

EFE mlg/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG