Espanha e EUA começam a definir status de presos de Guantánamo

Madri, 1º jul (EFE).- Os Governos da Espanha e dos Estados Unidos já trabalham no status jurídico e nas condições de segurança dos prisioneiros de Guantánamo que deverão ser transferidos para solo espanhol.

EFE |

O ministro de Interior da Espanha, Alfredo Pérez Rubalcaba, deu mais detalhes da colaboração com os EUA em relação ao fechamento da base naval após a reunião que teve hoje, em Madri, com a secretária de Segurança Nacional americana, Janet Napolitano.

Após assinarem um acordo para reforçar a segurança policial em aeroportos, Pérez Rubalcaba e Napolitano disseram que, durante a reunião desta quarta-feira, não discutiram o envio de presos de Guantánamo à Espanha.

Segundo Napolitado, a transferência dos detidos da base naval localizada em Cuba é conduzida pelo Departamento de Estado de seu país, e não pelo Departamento de Segurança Nacional.

Porém, Pérez Rubalcaba revelou que Espanha e EUA já trabalham para definir o status jurídico dos presos que serão soltos e nas medidas de segurança que serão adotadas em torno deles.

A visita de Napolitano à Espanha coincide com a viagem oficial da ministra de Defesa espanhola, Carme Chacón, aos Estados Unidos, onde hoje deve se reunir com o secretário de Defesa americano, Robert Gates. EFE aam/sc

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG