Espanha detém 8 terroristas ligados à ETA

Madri, 30 abr (EFE).- As autoridades espanholas detiveram oito integrantes de grupos separatistas bascos que a Justiça considera parte da organização terrorista ETA e que já haviam sido condenados em 2007 pela Audiência Nacional.

EFE |

As detenções foram feitas uma vez que a Suprema Corte espanhola concluiu suas deliberações sobre os recursos que os processados tinham apresentado contra a sentença da Audiência Nacional, e que ao terem sido rechaçados representam sua entrada na prisão para cumprir a pena.

Os detidos pela Guarda Civil, segundo fontes da luta antiterrorista, são José Luis Elkoro, Jabier Salutregi e a líder de comunicação do "aparelho internacional" da ETA -XAKI - Elena Beloki.

Também foram detidos Inmaculada Berriozabal, Juan Pablo Diéguez - administrador de Gadusmar, empresa destinada a sustentar economicamente aos membros da ETA estabelecidos em Cuba - Juan María Mendizabal, Iñaki Zapiain, e Xabier Otero.

Na sentença, datada de dezembro de 2007, a Audiência Nacional considerou que - KAS, EKIN e XAKI - faziam parte das "entranhas" e do "coração" do grupo terrorista ETA, que há três décadas assassinou mais de 800 pessoas em sua luta pela independência do País Basco.

Fontes jurídicas consultadas pela Agência Efe assinalaram que o Supremo aprovou essas conclusões e confirmou boa parte das penas impostas - foram condenados 47 dos 52 acusados -, embora também tenha atendido em parte o pedido da Promotoria de reduzir a condenação a 30 processados e de absolver nove deles. EFE bec/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG