Espanha desarticula rede que distribuía documentos falsos a brasileiros

MADRI - A Polícia espanhola deteve 16 pessoas que integravam uma organização dedicada a confeccionar e distribuir documentos de identidade falsos que eram vendidos principalmente a brasileiros.

EFE |

Fontes policiais precisaram nesta terça-feira que foram detidos 15 brasileiros e um espanhol na operação.

Todos são acusados de falsificar permissões de residência espanholas, certificados de identificação de estrangeiros, carteiras de identidade italianas e permissões de dirigir portuguesas, entre outros documentos falsos.

Os destinatários eram em sua maior parte brasileiros em situação irregular na Espanha, que adquiriam os documentos por um preço de US$ 760 com o objetivo de aparentar status legal e obter trabalho.

Investigações

A investigação começou há três meses após a detenção de dois brasileiros em Valência, no leste espanhol, e conduziu as autoridades até a localidade de Santa Coloma de Gramanet, na província de Barcelona, onde eram confeccionados os documentos.

Depois de identificarem e localizarem os autores das falsificações e os intermediários, a Polícia iniciou a operação de detenção dos criminosos, que aconteceu nas províncias de Barcelona, Valência e Albacete.

Também foram apreendidos na operação quatro computadores, três impressoras e outros materiais usados para confeccionar as cópias de documentos.

Leia mais sobre Espanha - brasileiros nos exterior

    Leia tudo sobre: espanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG