Espanha declara "estado de alerta" por situação nos aeroportos

Controladores cruzaram os braços ontem depois de o Governo aprovar uma nova regulação de horário de trabalho

EFE |

O Governo espanhol declarou "estado de alerta" no país devido à situação nos aeroportos pela paralisação dos controladores, obrigando o fechamento do espaço aéreo espanhol, atualmente sob controle militar, anunciou o primeiro vice-presidente do Executivo, Alfredo Pérez Rubalcaba. Após a declaraçao do governo, alguns controladores começaram a voltar a seus postos de trabalho.

O fechamento do espaço aéreo de Madri, Barcelona, ilhas Baleares e as Canárias foi ampliado até as 19h no horário local (às 16h de Brasília), informaram companhias que operam em Barajas. Depois da ampliação do fechamento, a Iberia cancelou todos os voos a partir do aeroporto de Madri-Barajas até as 6h no horário local de domingo (3h de Brasília) e pede aos passageiros que não se dirijam ao aeroporto.

O organismo aeroportuário espanhol (Aena) cogita a possibilidade de negociar com os controladores, que na sexta-feira cruzaram os braços depois de o Governo aprovar uma nova regulação do horário de trabalho, na volta à normalidade nos aeroportos.

AP
Passageiros esperam por notícias sobre seus voos no terminal T4 do aeroporto de Barajas, Madri

Fontes do Ministério de Fomento, ao qual a Aena é ligada, indicaram à Agência Efe que "foram os controladores que saíram da mesa de negociação", e que até que não a situação "não se normalize não haverá nenhuma outra reunião".

A União Sindical de Controladores Aéreos (Usca) emitiu comunicado pedindo aos controladores que retornem ao trabalho.

Ao todo, 330 mil pessoas estariam afetadas pela paralisação dos controladores que semearam o caos nos aeroportos no início da sexta-feira. O Governo militarizou o controle do espaço aéreo e estuda em reunião extraordinária declarar "estado de alarme" no país pela situação nos aeroportos.

Reuters
Passageira aguarda com bebê no colo no saguão do aeroporto de Madri

    Leia tudo sobre: aeropotosmadrigreveespanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG