Espanha decide em 72 horas se dará asilo a filho de Bin Laden

Madri, 4 nov (EFE).- O Governo da Espanha resolverá em 72 horas o pedido de asilo formulado nesta segunda-feira por Omar bin Laden - um dos 19 filhos do líder da organização terrorista Al Qaeda, Osama bin Laden -, ao chegar ao Aeroporto de Barajas, em Madri, procedente do Cairo.

EFE |

Assim afirmou hoje em entrevista coletiva o ministro do Interior espanhol, Alfredo Pérez Rubalcaba, que ressaltou que "o que foi feito foi aplicar a lei".

Segundo o ministro, Omar "está retido em Barajas, e está sendo examinado por uma comissão que tem capacidade legal de decidir se pode ser incluído ou não em um pedido de asilo, se corresponde ou não dar asilo a ele no país".

O ministro explicou que tudo parece indicar que Omar solicitou um visto no Reino Unido e no Egito e que "viajou por vários países da Europa".

O filho do terrorista mais procurado do mundo "tem residência no Cairo na casa de amigos, mas seu passaporte é saudita", acrescentou.

Pérez Rubalcaba lembrou que a lei exige um relatório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (Acnur, em inglês), embora isso não é vinculativo para o Ministério do Interior, "que pode fazer caso do relatório ou não".

"O relatório pode ser positivo ou negativo, mas o Ministério tem capacidade de comprovar se (Omar) está incluído ou não nas hipóteses que permitem o asilo em nosso país. Se estiver, será concedido; se não, não", disse Pérez Rubalcaba, que lembrou que se trata de um "procedimento administrativo revisável judicialmente".

Omar, de 27 anos e casado com a britânica Jane Felix-Browne, está retido na sala de trânsito e inadmitidos do Aeroporto de Barajas, aonde chegou em um vôo com destino a Casablanca (Marrocos) que fez uma escala técnica em Madri.

Aparentemente, Omar pediu asilo na Espanha logo após chegar ao controle de passaportes, informaram à Agência Efe fontes aeroportuárias. EFE bec/wr/jp

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG