Espanha critica vazamento de imagens de acidente da Spanair

MADRI - O governo espanhol lamentou hoje os vazamentos à imprensa dos resultados preliminares da investigação do acidente de avião de Spanair, que caiu após tentar decolar em 20 de agosto no aeroporto de Barajas, em Madri, e prometeu que se saberá toda a verdade.

EFE |

Em entrevista coletiva, a primeira vice-presidente do Executivo, María Fernández de la Vega, qualificou os vazamentos de "prática absolutamente equivocada" e disse que o governo esclarecerá as causas do acidente.

A comissão encarregada de estudar as circunstâncias nas quais ocorreu o acidente aéreo, que deixou 154 mortos, suspendeu os trabalhos após a renúncia apresentada na quinta-feira por um de seus membros.

Valentín Villareal, piloto e integrante da comissão encarregada de analisar a parte operacional do acidente, se retirou da mesma por divergências sobre sua atuação.

Além da polêmica gerada pelo vazamento de informação à imprensa, na quinta-feira apareceram no site do jornal "El País" as primeiras imagens nas quais se pode ver o momento do acidente.


Clique na imagem para assistir ao vídeo no site do "El País"

O vídeo, que dura um minuto, começa com o avião da Spanair rodando pela pista, mostra como o aparelho inicia a decolagem e, posteriormente, cai e desliza até se tornar uma bola de fogo.

Fernández de la Vega anunciou que o juiz já abriu uma investigação e afirmou que o governo dará toda a colaboração necessária para "determinar a origem dos vazamentos que tenham ocorrido". "Vamos colaborar com o juiz e vamos ir até o final", concluiu.

Leia mais sobre: Espanha  - acidente de avião

    Leia tudo sobre: acidente na espanha

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG