Espanha contacta autoridades de Puntlândia para saber de reféns

Estrasburgo (França), 27 nov (EFE).- A Espanha fez os primeiros contatos com as autoridades da região somali de Puntlândia, onde ontem foram seqüestrados o fotógrafo espanhol José Cendón e o jornalista britânico Colin Freeman.

EFE |

O chanceler espanhol, Miguel Ángel Moratinos, afirmou hoje, em coletiva de imprensa na sede do Conselho da Europa em Estrasburgo, no nordeste da França, que o embaixador da Espanha no Quênia, Nicolás Martín, conversou com vários membros do Governo da região somali para avaliar a situação dos dois jornalistas.

Segundo Moratinos, ainda não se sabe detalhes sobre quem podem ser os autores do seqüestro.

Os primeiros dados divulgados pelas autoridades de Puntlândia apontam para que Cendón e Freeman tenham sido capturados por seus tradutores somalis pouco antes de se dirigir ao aeroporto de Bossaso, capital da região.

O embaixador espanhol, que ainda permanece no Quênia, falou com o presidente, o premier e o ministro do Interior de Puntlândia.

"Estão sendo feitas as gestões oportunas em coordenação com a Embaixada britânica (em Mogadíscio), mas não há mais notícias.

Estamos ainda nos primeiros momentos", comentou Moratinos. EFE cpg/rr

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG