Espanha confirma quinta morte por mal da vaca louca

O governo espanhol anunciou nesta sexta-feira a morte de uma quinta pessoa em decorrência da variação humana do mal da vaca louca. A vítima é uma mulher, morta em janeiro na cidade de Santander (norte).

AFP |

O ministério da Saúde informou que os exames realizados em laboratório confirmaram que a mulher estava infectada com a doença de Creutzfeldt-Jakob, variação humana da Encefalopatia Espongiforme Bovina (EEB), mais conhecida como mal da vaca louca.

"O ministério da Saúde e Consumo gostaria de destacar que a aparição de casos esporádicos da doença não indica novos riscos para a saúde da população, e está dentro das previsões feitas em toda a Europa há mais de nove anos", explicou o ministério em um comunicado.

A última vítima fatal da doença na Espanha morreu em agosto de 2008 na região de Castilla y León (centro-norte). A primeira, uma mulher de 26 anos, havia sido registrada em Madri, em junho de 2005.

Calcula-se que 200 pessoas tenham morrido em decorrência da doença em todo o mundo, a maioria no Reino Unido. O primeiro caso foi detectado em 1996.

ds/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG