Espanha confirma mais 3 casos da gripe

Madri, 1 jun (EFE).- As autoridades sanitárias espanholas confirmaram hoje três novos casos de gripe suína, entre eles dois irmãos que estudam em um centro de ensino médio situado em uma localidade da região de Madri.

EFE |

A Espanha, com cerca de 170 casos confirmados, é, junto ao Reino Unidos, um dos países europeus mais afetados pela doença.

Dois dos novos casos foram registrados em um instituto de ensino de Leganés, na região de Madri, onde poderia haver mais contágios, disseram hoje as autoridades sanitárias de Madri.

"A via de contágio foi uma das alunas do instituto que viajou aos Estados Unidos, onde parece que contraiu a gripe, e depois contagiou um irmão dela", disse o conselheiro de Saúde do Governo regional de Madri, Juan José Güemes.

Güemes afirmou que amanhã não haverá aulas nesse centro de ensino e que hoje haverá uma reunião da Comissão de Saúde Pública, com a presença de representantes das regiões espanholas e que tomará uma decisão para toda a Espanha.

As autoridades sanitárias confirmaram hoje que um soldado que vive em Extremadura e que esteve na academia militar afetada por um foco de gripe suína desenvolveu a doença.

Com ele, sobe para cerca de 50 o número de casos confirmados por contágio do vírus A (H1N1) relacionado ao foco da academia militar de Hoyo de Manzanares (Madri).

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE nac/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG