Espanha confia em princípio de acordo entre UE e Mercosul até julho

Madri, 5 jan (EFE).- O ministro de Assuntos Exteriores espanhol, Miguel Ángel Moratinos, disse confiar em que a União Europeia (UE) possa fechar pelo menos um princípio de acordo comercial com o Mercosul durante o primeiro semestre de 2010, quando a Espanha ocupará a Presidência do bloco europeu.

EFE |

Moratinos demonstrou otimismo hoje com o desenvolvimento das conversas entre UE e Mercosul durante um encontro com correspondentes europeus e americanos em Madri para falar sobre as prioridades da Presidência espanhola.

A UE se reunirá separadamente com representantes do Mercosul, da Comunidade Andina e da América Central no dia seguinte à cúpula de chefes de Estado e de Governo do bloco europeu e da América Latina e do Caribe, prevista para o dia 18 de maio em Madri.

Segundo Moratinos, a intenção do Governo espanhol é definir um calendário de trabalho com o Mercosul que abriria o caminho para um acordo definitivo, informou à Agência Efe um porta-voz da diplomacia espanhola presente no encontro com os correspondentes.

As negociações entre UE e Mercosul começaram em 2000, mas progrediram pouco nos últimos cinco anos devido à falta de acordos na Rodada de Doha da Organização Mundial do Comércio (OMC).

A UE é a maior investidora nos países do Mercosul e o segundo maior parceiro comercial depois dos Estados Unidos, representando cerca de 20% do comércio total da região.

O Mercosul é o oitavo principal parceiro comercial da UE. Em 2007, ficou com 3% do comércio total comunitário. EFE cpg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG