Espanha comunica à OEA expulsão do embaixador hondurenho em Madri

A Espanha comunicou a Organização dos Estados Americanos (OEA) a expulsão do embaixador hondurenho em Madri, José Eduardo Martell Mejía, depois de sua destituição pelo presidente deposto Manuel Zelaya, segundo um comunicado divulgado nesta sexta-feira.

AFP |

No dia 5 de agosto, o presidente Zelaya informou ao ministério de Assuntos Exteriores espanhol que destituiria Martell Mejía, segundo uma carta enviada pela missão espanhola para o secretário-geral da OEA, José Miguel Insulza.

Como resposta, no dia 19 de agosto a Espanha comunicou Martell Mejía que cancelaria sua credencial como embaixador, e que ele deveria abandonar o país, segundo o comunicado da delagação espanhola.

"A Espanha destaca que, ao adotar esta decisão, está sendo coerente com o compromisso da comunidade internacional de manter a interlocução oficial com o governo constitucional de Honduras", indica a carta, divulgada pela OEA a pedido dos espanhóis.

jz/ap

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG