Espanha ampliará período de retenção dos imigrantes irregulares

A Espanha ampliará de 40 para 60 dias o período no qual os imigrantes irregulares vão permanecer sob custódia, anunciou hoje a vice-presidente do governo, María Teresa Fernández de la Vega.

AFP |

"Os 40 dias de prazo não são satisfatórios, por isso estamos falando em ampliá-los por mais 20 dias", disse em entrevista à imprensa.

"Todos os procedimentos de expulsão e retorno são observados em nosso país com a máxima garantia legal e constitucional", acrescentou.

O anúncio acontece um dia depois de a União Européia aprovar novas regras que permitirão aos Estados membros manterem os imigrantes ilegais até 18 meses em centros especiais antes de sua expulsão.

As medidas aprovadas quarta-feira pelo parlamento europeu de Estrasburgo não se aplicam aos refugiados que pedem asilo.

ds/al/sd

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG