Espaço aéreo europeu volta gradualmente à normalidade

Redação Central, 21 abr (EFE).- O espaço aéreo europeu volta de forma paulatina à normalidade, com algumas exceções principalmente na Suécia e na Irlanda, após vários dias fechado em razão da nuvem de cinzas procedente do vulcão islandês Eyjafjalla.

EFE |

FRANÇA: Os aeroportos franceses devem atender hoje todos os voos de longa distância e 60% dos de curto trajeto, informam os responsáveis de Transportes do país.

ALEMANHA: O departamento alemão de segurança aérea deu sinal verde à abertura de todo o espaço aéreo do país, sem qualquer tipo de restrição aos voos, após a constatação do Serviço Meteorológico Alemão de que não há concentrações perigosas de cinzas vulcânicas.

FINLÂNDIA: A Autoridade Finlandesa de Aviação Civil (Finavia) autorizou hoje a abertura temporária de seu espaço aéreo, o que permitirá retomar as operações nas próximas horas em todos os aeroportos do país, exceto no de Mariehamn. O espaço aéreo permanecerá aberto pelo menos até 15h local (9h de Brasília), horário que poderia ser estendido em função das condições meteorológicas, segundo a Finavia.

DINAMARCA: O Naviair, organismo estatal que controla a navegação aérea na Dinamarca, restabeleceu o tráfego aéreo sem restrição alguma das 6h às 21h (horários de Brasília).

NORUEGA: A entidade Avinor, que controla o tráfego aéreo da Noruega, estendeu o funcionamento dos aeroportos do país inicialmente até as 9h (de Brasília), mas ressaltou ser "provável" que essa medida se prolongue durante o resto do dia.

SUÉCIA: Permanece fechada para o tráfego aéreo a área situada ao sul da linha imaginária entre as cidades de Strömstad e Estocolmo, com exceção de uma pequena área meridional onde não haverá restrições e que inclui a cidade de Malmo. Os três aeroportos de Estocolmo e o de Gotemburgo permanecerão fechados até pelo menos 9h (de Brasília), informaram as autoridades aéreas da Suécia.

POLÔNIA: A Agência Polonesa de Navegação Aérea suspendeu hoje as restrições de seu espaço aéreo após constatar a melhora das condições meteorológicas e da nuvem de cinzas vulcânicas.

BÉLGICA: O espaço aéreo belga permanece aberto hoje e recupera lentamente a normalidade. O Instituto Real de Meteorologia da Bélgica estima que, se a situação se mantiver estável, as cinzas não voltarão a afetar o país no restante da semana.

HOLANDA: Na Holanda, os aeroportos seguem uma tendência de normalização, indica a agência de notícias "ANP". Mas no aeroporto de Eindhoven, contudo, a maioria dos voos está cancelada, principalmente porque a empresa de baixo custo Ryanair não irá operar hoje.

REINO UNIDO: Os primeiros aviões começaram a chegar aos aeroportos do Reino Unido após a reabertura do espaço aéreo britânico, decisão tomada na noite passada pelo Governo após um prévio relatório da Autoridade da Aviação Civil do país (CAA).

IRLANDA: A Autoridade de Aviação Irlandesa (IAA) indicou hoje que os principais aeroportos do país operam um número "limitado" de voos, já que não recuperarão a normalidade até dentro de "três ou quatro dias". A IAA advertiu também que a suspensão das restrições ainda está condicionada à evolução da nuvem de cinzas vulcânicas, atualmente localizada entre a Islândia e a Irlanda. EFE jac/sa

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG