Espaço aéreo do norte da Itália é fechado por causa de vulcão islandês

Roma, 9 mai (EFE).- O espaço aéreo dos aeroportos do norte da Itália, a exceção dos de Veneza, Trieste e Rimini, os mais orientais, permanecerá fechado hoje até as 14h (hora local, 9h de Brasília) por causa da nuvem de cinzas proveniente do vulcão islandês.

EFE |

Roma, 9 mai (EFE).- O espaço aéreo dos aeroportos do norte da Itália, a exceção dos de Veneza, Trieste e Rimini, os mais orientais, permanecerá fechado hoje até as 14h (hora local, 9h de Brasília) por causa da nuvem de cinzas proveniente do vulcão islandês. Assim comunicou o Ente de Aviação Civil italiano (Enac) em uma nota na qual informa que a medida entrou em vigor às 8h local (3h de Brasília), pelas indicações sobre a evolução da nuvem informadas pela Agência Europeia para a Segurança na Navegação Aérea (Eurocontrol). Tais informações evidenciam, segundo o Enac, uma presença de cinzas vulcânicas no espaço aéreo do norte da Itália - onde se localizam os aeroportos de Malpensa (Milão) e Turim - não compatível com os parâmetros de segurança estabelecidos pelos construtores de motores para as aeronaves. O Enac, que há umas três semanas se viu obrigado a tomar igual medida pelos mesmos motivos, diz que a evolução da nuvem, por enquanto, permite manter abertos os aeroportos mais orientais do norte da Itália. EFE mcs/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG