Eslováquia deixa de lado a coroa e assume o euro com otimismo

Praga, 1 jan (EFE).- A Eslováquia se transformou hoje no 16º país da União Européia a adotar o euro como sua moeda de câmbio, em meio à certa nostalgia que representa o abandono da coroa, símbolo da identidade desta jovem república, que nasceu em 1993 e que agora enfrenta com otimismo esta nova etapa.

EFE |

"Com a coroa eslovaca vai embora uma parte da identidade eslovaca", declarou hoje em Bratislava o primeiro-ministro eslovaco, o social-democrata Robert Fico.

O chefe do Governo, que no início da madrugada pegou as primeiras cédulas de euro em um caixa eletrônico da capital, avaliou, sobretudo, "o efeito positivo do euro na economia local durante a atual crise econômica".

Isto acontece porque o euro é percebido como o melhor antídoto para enfrentar a delicada conjuntura internacional, principalmente ao se tratar de uma economia pequena e muito aberta, em franca dependência de seus parceiros comunitários.

É por isto que a nostalgia deu lugar à euforia de alguns altos representantes da nação, como o presidente do Banco Central da Eslováquia, Ivan Sramko.

Ele chamou o dia de hoje de um "passo histórico" e "muito grande", com o qual se encerra "uma série de alvos de integração desenvolvidos ao longo destas duas últimas décadas", após as quais a Eslováquia passa a engrossar o número de usuários do euro. EFE gm/fal

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG