Escritório eleitoral de Ahmadinejad é atacado no sul do Irã

Homens armados atacaram um escritório de campanha do presidente iraniano, Mahmoud Ahmadinejad, nesta sexta-feira em Zahedan, no sudeste do país, um dia após a explosão de uma bomba ter matado ao menos 25 pessoas em uma mesquita da cidade. Uma criança e dois adultos ficaram feridos quando os homens abriram fogo no escritório, segundo a imprensa.

BBC Brasil |

"Três homens com facas nas mãos chegaram em motocicletas e pararam em frente ao centro, fazendo ameaças e derrubando quadros de avisos", disse o chefe da campanha de Ahmadinejad em Zahedan, Mohammad Reza Zahed.

Quando funcionários da campanha protestaram, os homens sacaram armas e atiraram. Os homens foram presos quando tentavam escapar.

Mesquita

Na quinta-feira, pelo menos 25 pessoas morreram quando uma bomba explodiu na mesquita de Amir al-Mohini. Um grupo sunita assumiu a autoria do ataque segundo a TV árabe Al-Arabiya, dizendo que o alvo era um encontro secreto da polícia de elite iraniana, a Guarda Revolucionária, que ocorria dentro da mesquita.

Zahedan é uma cidade predominantemente sunita em um país de maioria xiita. Ela é a capital da província do Sistão-Baluquistão.

A província, próxima da fronteira com o Paquistão e uma das mais pobres do Irã, abriga refugiados que chegaram do Afeganistão e é palco de frequentes choques entre militantes radicais, forças de segurança e traficantes de drogas. As eleições presidenciais do Irã ocorrem no dia 12 de junho.

Leia mais sobre Irã

    Leia tudo sobre: iraira!irã

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG