Escolas voltam a receber 20 milhões de estudantes no México

México, 11 mai (EFE).- Quase 20 milhões de estudantes mexicanos de ensino fundamental e pré-escolar voltam hoje às aulas após 15 dias de descanso forçado por causa do alerta de saúde decretado para fazer frente ao foco de gripe suína, afirmou o secretário (ministro) de Educação do México, Alonso Lujambio.

EFE |

Dos 32 estados mexicanos, 23 retomarão as aulas de forma plena.

Os outros só o farão na próxima segunda-feira.

Os governadores desses estados decidiram adiar o reinício das aulas porque há incerteza em relação ao aumento do número de casos provados de contágio.

Na última sexta-feira, todos os estudantes dos ensinos médio e superior do México retornaram às salas de aula.

Lujambio explicou que os estudantes voltam com "medidas de proteção e de cuidado muito importantes" que, se forem respeitadas por todos, garantirão "um retorno seguro e saudável".

O ministro explicou que os pais não devem ter medo de deixar seus filhos irem às aulas, mas devem "seguir medidas de proteção rigorosas porque as circunstâncias o exigem".

Segundo Lujambio, mais de 90% das 200 mil escolas de ensino fundamental do México cumpriram com as novas obrigações de saúde, como estabelecer controles nos acessos, oferecer aos alunos gel antibacteriano e detectar quais estudantes apresentam sintomas da gripe, entre outras.

O ministro reconheceu que aproximadamente 20% das escolas do México não recebem água encanada, mas assegurou que podem oferecê-la por outros meios a seus estudantes.

As autoridades de saúde afirmam que lavar as mãos frequentemente é importante para evitar o contágio da gripe, e por isso o fornecimento de água é considerado importante para combater o vírus.

De acordo com os últimos dados do Governo mexicano, a gripe já matou 56 pessoas e o número de casos confirmados chega a 2.003.

Apesar do nome, a gripe suína não apresenta risco de infecção por ingestão de carne de porco e derivados. EFE jd/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG