Escolas femininas são atacadas no Paquistão

Islamabad, 8 abr (EFE).- Pelo menos três escolas femininas foram atacadas com explosivos e projéteis por grupos de homens não identificados em diferentes pontos do conflituoso noroeste do Paquistão, sem deixar vítimas, segundo a Polícia.

EFE |

Os ataques aconteceram na noite desta quarta-feira, quando os três colégios estavam fechados. Com isso, não houve feridos, mas sim danos nos edifícios, segundo uma fonte policial citada pelo canal televisivo "Geo TV".

Os agressores lançaram projéteis contra duas escolas da região de Paja Garhi, e usaram explosivos no outro centro escolar, em Landi Arbab, todos na Província da Fronteira do Noroeste (NWFP).

As forças de segurança paquistanesas abriram uma investigação após o ataque e lançaram uma operação de rastreamento de insurgentes.

Nos últimos anos, os talibãs do Paquistão destruíram dezenas de escolas no noroeste do país, onde o movimento fundamentalista conta com suas principais construções.

Os talibãs se opõem à educação feminina e lutam para implantar a Lei Islâmica no Paquistão. EFE igb/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG