Por Peter Griffiths LONDRES (Reuters) - O primeiro-ministro britânico, Gordon Brown, está se encaminhando para uma grande derrota nas eleições para o parlamento europeu na próxima semana, após um escândalo sobre gastos de políticos ter prejudicado a ele muito mais do que a seus rivais, mostrou neste sábado uma pesquisa do opinião.

O Partido Trabalhista, que está no poder, caiu para um raro e vergonhoso terceiro lugar, mas seus principais rivais, os conservadores, também perderam terreno, embora tenham mantido a liderança, com 30 por cento de apoio.

A pesquisa do instituto Populus para o jornal The Times mostrou que o Partido da Independência do Reino Unido (UKIP), antieuropeu e sem parlamentares na Câmara, tem 19 por cento de apoio, um crescimento de 13 pontos percentuais.

O Partido Trabalhista ficou em terceiro lugar, com 16 por cento, à frente dos liberais democratas, que também foram atingidos pelo escândalo. A adesão ao partido de centro caiu para 12 por cento.

O apoio ao governo de centro-esquerda de Brown caiu após semanas de informações sobre parlamentares que usaram dinheiro público para pagar de tudo, desde adubos até reparos em piscinas.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.