ESA e Nasa explorarão Marte em conjunto

Paris, 9 jul (EFE).- A Nasa (agência espacial americana) e a Agência Espacial Europeia (ESA) chegaram a um acordo para criar a Iniciativa de Prospecção Conjunta de Marte, com o objetivo de trazer amostras do planeta vermelho à Terra em 2020, informou hoje a organização europeia.

EFE |

O acordo entre as duas agências recomenda escalonar "as oportunidades de lançamento em 2016, 2018 e 2020, e incluir nas missões módulos de aterrissagem" e tecnologia para desenvolver "investigações de astrobiologia, geologia e geofísica, com o objetivo de trazer amostras de Marte à Terra em 2020".

Resultado de um encontro entre o diretor de Ciência e Prospecção Robótica da ESA, David Southwood, e do administrador associado de Ciência da Nasa, Ed Weiler, no Reino Unido no final de junho, o convênio prevê avançar para "arquiteturas de missões conjuntas mais viáveis".

As conversas entre as duas agências começaram em dezembro de 2008, depois que o Conselho Ministerial da ESA recomendeu "buscar a colaboração internacional para preparar as novas missões a Marte", acrescentou a ESA.

Ao mesmo tempo, a Nasa estava reorganizando seu Programa de Prospecção de Marte, após o atraso de 2009 a 2011 de sua missão Mars Science Laboratory. EFE jaf/an

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG