Erupções de vulcão forçam retirada de 2,5 mil na Indonésia

Vulcão Lokon, de 1.750 metros de altura, está em alerta há quase uma semana, com pequenas erupções diárias

iG São Paulo |

Um vulcão na Indonésia expeliu lava e fumaça a quilômetros de altura na madrugada de sexta-feira na Indonésia (período da tarde desta quinta-feira em Brasília), fazendo com que os residentes nas encostas fugissem em pânico. Ainda não há informações sobre vítimas.

EFE
Vulcão indonésia Lokon entra em erupção na Ilha de Célebes
A primeira erupção aconteceu às 22h46 desta quinta-feira (12h46 em Brasília), disse Brian Rulrone, funcionário do Centro Nacional de Gestão de Desastres da Indonésia. Ela foi seguida por uma explosão mais poderosa depois da meia-noite (14h em Brasília) e por uma terceira à 1h10 local (15h10 em Brasília).

Darwis Sitinjak, outro funcionário do centro de desastres, disse à rádio El Shinta que soldados e policiais estão ajudando as equipes de resgate a retirar 500 pessoas que vivem ao longo das férteis encostas da montanha.

Elas se uniram a 2 mil outras que fugiram na quarta-feira depois de serem alertadas a manter distância do vulcão Lokon, de 1.750 metros de altura, que está em alerta há quase uma semana, com pequenas erupções diárias. O vulcão fica no norte das ilhas Célebes.

As autoridades indonésias começaram a retirada na segunda-feira, quando foi decretado alerta vermelho no vulcão, e depois que houve a previsão de novas erupções durante os dias posteriores. Os deslocados foram acomodados em um pavilhão de esportes e em várias escolas da região.

A agência de manejo de desastres, que estabeleceu um raio de segurança de 3,5 quilômetros ao redor do vulcão, indicou que não descarta ampliar o limite e retirar mais residentes no caso de prosseguirem as atividades.

Cerca de 30 mil pessoas vivem nos arredores do Lokon, um dos 129 vulcões ativos na Indonésia atualmente, que produziu cinco erupções nos últimos 20 anos. A Indonésia (um vasto arquipélago de 235 milhões) se localiza dentro do denominado "Anel de Fogo do Pacífico", uma área de intensa atividade sísmica e vulcânica.

*Com AP e EFE

    Leia tudo sobre: indonésiavulcãovulcão lokon

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG