Manila - A atividade do vulcão Mayon na região central das Filipinas continua em aumento com explosões em seu interior e jatos de lava que saem acima da cratera, por isso que uma erupção esta cada vez mais perto, informaram hoje os vulcanólogos.

Nas últimas 24 horas, rios de lava fluem sem interrupção ao longo de três gargantas do monte e durante a noite foram escutados centenas de tremores, segundo o último informe do Instituto de Vulcanologia e Sismologia.

AP

Fontes de magma fervem a menos de 200 metros da cratera, foram registradas quase 2 mil explosões desde a manhã do domingo e as emissões de gases tóxicos como dióxido de enxofre já superam as 6 mil toneladas diárias, o que pressagia uma erupção iminente.

As autoridades aumentaram para 4 o nível de alerta e ampliaram para um raio de dez quilômetros da cratera o perímetro de segurança depois que o Mayon experimentou um grande aumento de sua atividade.

A pior de suas 45 erupções conhecidas foi em 1814, quando causou a morte de umas 1.200 pessoas e enterrou em cheio a cidade de Cagsawa, batizada como "Pompeia filipina".

Leia mais sobre: vulcão

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.