Erupção de vulcão na Indonésia leva a alerta vermelho

Governo ordenou retirada em massa da ilha Siau

EFE |

EFE
Fumaça do vulcão é vista em Ngadisari, na Indonésia. População foi retirada
Mais de 300 pessoas foram retiradas neste sábado (19) depois de as autoridades da Indonésia terem emitido um alerta vermelho devido à erupção do vulcão Karangetang, ao norte das ilhas Célebes, informaram fontes oficiais.

O vulcão, de 1.784 metros de altura e situado na ilha Siau, começou a lançar nuvens de fumaça e lava na sexta-feira (18) e aumentou sua atividade com o passar das horas. Autoridades não informaram sobre mortos ou feridos.

Surabaia Amien Widodo, do Instituto Geológico de Mitigação de Desastres da Indonésia, indicou à imprensa local que o magma deslizou por mais de 1.600 metros, pondo em risco pelo menos três aldeias na base da montanha.

Em agosto de 2010, quatro pessoas morreram quando o Karangetang entrou em erupção.

Dois meses mais tarde, o vulcão Merapi também entrou em erupção e durante vários dias teve fortes explosões que deixaram 347 mortos e 400 mil pessoas deslocadas na ilha de Java.

A Indonésia se situa sobre o Anel de Fogo do Pacífico, uma área de grande atividade sísmica e vulcânica, e é o país com o maior número de vulcões no mundo: mais de 400, sendo que 129 deles estão ativos.

    Leia tudo sobre: Vulcaoindonésia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG