Erupção de Chaitén evidencia isolamento do sul chileno

Por Juana Inés Casas SANTIAGO (Reuters) - As montanhas, ilhas e golfos que rodeiam a região de Chaitén, no sul do Chile, delineavam o paraíso perfeito para turistas do mundo inteiro.

Reuters |

Mas para os habitantes da cidade, a região recheada de acidentes geográficos fez com que a saída rápida do local, após a erupção do vulcão Cahitén, se transformasse em um inferno ante a falta de caminhos e estradas que ligam a região com outros povoados.

'Se tivéssemos estradas, teríamos saído quando começaram os tremores, mas a única alternativa para sair é por avião ou barco, e assim não pode ser', disse à Reuters Flor Pino, de 29 anos, sentada no chão do aeroporto de Puerto Montt, ao lado de um de seus três filhos.

Em uma das economias de maior crescimento da América Latina e considerada 'estrela' da região, as obras para aumentar os acessos ao sul do país são uma dúvida histórica.

Os projetos para unir por terra a província sulista de Palena --onde estão as localidades que foram esvaziadas pela erupção do Chaitén-- com o resto do país estão paradas há mais de 20 anos.

Saiba mais sobre: vulcão

    Leia tudo sobre: vulcão

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG