São Paulo, 20 jan (EFE).- A estilista Érika Ikezili apostou em uma fusão dos estilos da suíço-brasileira Maria Schendel, da japonesa Kumi Yamashita e do belga Fred Eerdekens em sua coleção apresentada hoje na São Paulo Fashion Week (SPFW).

As sombras e o jogo de estruturas de Eerdekens, a iluminação de Yamashita nas esculturas e a linguagem estética nas figuras de papel japonês de Schendel deram vida à coleção "Ilegível, inteligível".

Nas cores predominaram o vinho tinto, o verde água, o lilás e a cinza.

Em apresentação sóbria e ágil, sem saturação de carga visual, a cenografia contou com decoração feita com sobras dos tecidos que foram usados na fabricação das peças.

Seda, algodão, linho e materiais artesanais para botões, cintos e acessórios vestiram as modelos que subiram à passarela.

A SPFW, que está em sua 28ª edição, reúne 38 das mais importantes grifes brasileiras, e terá desfiles até sexta-feira. EFE wgm/fm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.