Erdogan responsabiliza UE por vitória nacionalista no norte do Chipre

Istambul, 19 abr (EFE).- O primeiro-ministro da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, responsabilizou ontem à noite a União Europeia (UE) pela vitória do nacionalista turco Dervis Ergolu nas eleições presidenciais da República do Norte do Chipre.

EFE |

Em declarações às televisões turcas, Erdogan acusou a UE de não ter sido "sincera" com os turcos do Chipre depois que estes respaldaram no ano de 2004 um plano da ONU para reunificar a ilha dividida desde 1974.

"A UE não foi sincera, não cumpriu suas promessas", disse o primeiro-ministro ao explicar que os turcos do Chipre estão decepcionados com a UE.

Por isso, insinuou, os eleitores do norte do Chipre deram as costas ao até agora presidente, Mehmet Ali Talat, que ao contrário de Ergolu é a favor de uma reunificação da ilha, dividida desde uma invasão turca em 1974.

Ergolu, líder do nacionalista Partido de União Nacional (UBP), ganhou no domingo as eleições com 51% dos votos, contra 42% de Talat. EFE mv-jk/ma

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG