Equipes trabalham no resgate de mineiros no Peru

Após deslizamentos, vigas de segurança reforçam operação; trabalhadores estão sendo monitorados e recebem água e comida

iG São Paulo |

Equipes retomaram os trabalhos de resgate para retirada de nove mineiros que ficaram presos na mina Cabeza de Negro, em Yauca del Rosário, no Peru. Depois de deslizamentos no domingo terem dificultado as operações, foram colocadas vigas de segurança para evitar piora da situação dos mineiros.

Chile: Um ano após resgate, mineiros lutam contra desemprego

Segundo autoridades, os mineiros que ficaram presos na quinta-feira estão sendo monitorados e recebem água, sopa e comida, enquanto polícia e bombeiros tentam resgatá-los. De acordo com o chefe de polícia José Saavedra, os itens engarrafados estão sendo enviados aos mineiros através de uma tubulação.

Saavedra disse ainda que os trabalhadores estão presos não muito distantes da superfície. Ele disse que os mineiros estão a cerca de seis metros abaixo da superfície devido a uma explosão na mina em busca de cobre.

Nesta segunda-feira, Jesús Ccapatinta Raymi, um dos nove mineiros presos na mina, disse que o grupo se mantém tranquilo. Segundo eles, os mineiros acreditam que serão resgatados em breve.

"Posso dizer à minha esposa que não se preocupe, que estou tranquilo e que sairei em breve", disse ele em uma conversa com a emissora peruana Panamericana Televisión. "Estamos todos tranquilos, graças a Deus. Preocupados, mas sempre rezando a Deus para que nos resgatem em breve", afirmou o mineiro de 35 anos.

No domingo, um novo deslizamento dificultou o avanço das operações de resgate dos mineradores soterrados na mina artesanal da região de Ica, no sul do Peru.

O diretor regional de Saúde de Ica, Huber Mallma, afirmou os trabalhadores soterrados apresentam bom estado de saúde.

null

*Com AP, EFE e Ansa

    Leia tudo sobre: perumineirosminaCabeza de NegroYauca del Rosárioica

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG