Beirute, 17 dez (EFE).- As equipes de resgate que desde ontem buscam as vítimas do naufrágio do cargueiro de bandeira panamenha junto à costa do Líbano recuperaram até o momento 38 dos 83 tripulantes da embarcação, tendo feito ainda o resgate de quatro corpos.

Segundo asseguraram hoje à Agência Efe fontes militares libanesas, os 83 tripulantes eram em sua maioria paquistanesas e filipinos, embora também viajavam dois cidadãos britânicos, um alemão, um russo, um australiano, um libanês e um sírio.

Ainda na noite de ontem, o embaixador do Uruguai (país de onde partiu o barco) informou que um brasileiro estava entre os ocupantes resgatados nas primeiras horas de buscas.

As autoridades não informaram as nacionalidades das quatro pessoas que tiveram as mortes confirmadas e nem dos demais sobreviventes.

A marinha libanesa, o contingente marítimo da Força Interina da ONU no Líbano (Finul), assim como várias embarcações civis, além de dois helicópteros, trabalham na busca das 41 pessoas que ainda estão desaparecidas.

O navio, que transportava gado e tinha zarpado do Uruguai com destino à localidade síria de Tartus, afundou ontem a cerca de vinte quilômetros da costa de Trípoli, no norte do Líbano, quando o mar estava muito agitado, dificultando os trabalhos de resgate.

Leia mais sobre: naufrágio

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.