Equipes recuperam últimos dois corpos de acidente em Nova York

Nova York, 11 ago (EFE).- Os últimos dois corpos que ainda não tinham sido resgatados após o acidente entre um helicóptero e um pequeno avião no sábado sobre o rio Hudson, em Nova York, foram recuperados hoje.

EFE |

Uma equipe de mergulhadores da Polícia de Nova York recuperou os cadáveres em colaboração com membros do corpo de engenheiros do Exército dos Estados Unidos, que conseguira retirar o pequeno avião do leito do rio, onde tinha ficado após o acidente.

O choque entre as duas aeronaves matou os cinco turistas italianos que estavam no helicóptero e mais duas pessoas que estavam a bordo do avião, além dos respectivos pilotos.

Sete dos nove cadáveres foram recuperados ao longo do final de semana passado, enquanto os outros dois permaneciam embaixo d'água, mas apenas um tinha sido localizado.

Os restos do avião ficaram a mais de 18 metros de profundidade e foram localizados na segunda-feira passada, mas as más condições da água impediram o resgate dos restos da aeronave, o que só foi possível hoje.

Horas antes da recuperação dos corpos, novos restos do helicóptero acidentado foram encontrados a mais de sete metros de profundidade.

"Buscamos provas de qualquer impacto, qualquer marca ou dano na estrutura do aparelho que possa ser coerente com a colisão e que nos ajude a determinar como aconteceu o impacto", explicou hoje a responsável pela Junta Nacional de Segurança no Transporte dos EUA, Debbie Hershman.

Segundo testemunhas, o avião voava a menos se aproximou do helicóptero, que acabava de decolar de um heliporto de Manhattan, bateu nele com uma das asas e ambos caíram na água. EFE dvg/bba

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG