Kiev, 8 jun (EFE).- As equipes de resgate localizaram os 37 mineradores que ficaram presos em uma mina de carvão na região ucraniana de Donetsk devido a uma explosão por acúmulo de gás metano, informou Aleksandr Turchinov, vice-primeiro-ministro da Ucrânia.

"Podemos ouvir vozes a 700 metros de profundidade. Os membros das equipes de salvamento já estão a 625 metros de profundidade, mas não conseguem seguir em frente, já que o caminho está bloqueado", disse Turchinov, citado pela televisão ucraniana.

O vice-primeiro-ministro afirmou que os mineradores têm pouco tempo de vida, já que, em questão de horas, as galerias se inundarão.

Por conta disso, acrescentou, bombas d'água serão instaladas para drenar os túneis.

A explosão por acúmulo de gás metano aconteceu por volta das 5h (23h de Brasília de sábado), a quase mil metros de profundidade da mina Karl Marx, localizada na cidade de Yenakievo, segundo as agências ucranianas.

Parentes dos mineradores acompanham o resgate das imediações da jazida. EFE bk/sc

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.