Equipe de Obama investiga finanças da Fundação Bill Clinton

WASHINGTON - A equipe do presidente eleito dos Estados Unidos, Barack Obama, investiga as finanças da fundação do ex-presidente Bill Clinton para detectar possíveis conflitos de interesses para o caso de a esposa do ex-líder, Hillary, ser nomeada secretária de Estado, informou nesta segunda-feira a rede de televisão CNN.

EFE |


Segundo a emissora, a equipe de Obama procura qualquer informação negativa com o potencial de ameaçar as perspectivas de Hillary se transformar em chefe da diplomacia americana.

De acordo com a CNN, Obama perguntou a Hillary na semana passada se estaria interessada em ser sua secretária de Estado.

As relações da ex-primeira-dama com diferentes líderes internacionais poderiam permitir que a senadora democrata por Nova York fosse bem recebida imediatamente ao redor do planeta.

No entanto, a cadeia explicou que os interesses da Fundação Bill Clinton, que trabalha em diferentes temas de desenvolvimento no mundo todo, como a luta contra a aids, poderiam se transformar em uma dor de cabeça para a Presidência de Obama se Hillary for secretária de Estado.

Um dos potenciais assuntos problemáticos é a lista de doadores da Fundação Bill Clinton, que pode mostrar conexões com figuras internacionais a favor de políticas que poderiam estar em conflito com as da nova Administração Obama.

Desde que deixou a Casa Branca, há oito anos, Clinton arrecadou mais de US$ 500 milhões para sua fundação.

A revista "Politico" informou também nesta segunda que a equipe de Obama investiga as finanças do ex-presidente e que se sente frustrada com a resposta obtida até o momento.

Os colaboradores do presidente eleito negaram a informação da "Politico", mas confirmaram que sim investigam a fundação do ex-líder para detectar potenciais conflitos de interesses.

    Leia tudo sobre: barack obamabill clintonhillary clinton

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG